Recírio encerra festividade de Nossa Senhora de Nazaré





HistóriaA primeira procissão do Recírio remonta a metade do século XIX, mais precisamente o ano de 1859. Antigamente, o Recírio era feito no domingo à tarde com a volta da Imagem para a Capela do Palácio do Governo, fato já relatado em 1859. Ainda conhecido como 'Último Ato da Festividade Nazarena', ao chegar na Praça em frente ao Palácio, a procissão era encerrada com uma missa e com o disparo de fogos de artifício. Atualmente, após a missa no Altar Monumento, leva-se à Imagem para a Capela do Colégio Gentil Bittencourt. O grande final da última procissão é marcado pelo aceno dos lenços brancos e pela forte oração em grupo da Guarda de Nazaré, nas escadarias do Colégio Gentil.
Imagem - A Imagem encontrada por Plácido tem 28 centímetros de altura e fica no Glória, sobre o Altar-mor da Basílica Santuário de Nazaré, numa redoma de cristal antiprojétil. Reproduz uma senhora portuguesa e, nas nuvens onde repousa, pode-se ver um rostinho de anjo. Traz no braço esquerdo um menino aparentando dois anos de idade, que carrega um globo.
O Recírio é o momento que encerra toda a Festividade Nazarena. É quando os paraenses se despedem da Rainha da Amazônia. A procissão do Recírio acontece 15 dias após a grande procissão de domingo, numa segunda-feira. A procissão começa após uma missa campal, realizada na Praça Santuário às 6h. Às 07h, a imagem da Virgem de Nazaré é conduzida num percurso de 250 metros, em direção à Capela do Colégio Gentil Bittencourt. Durante o trajeto, a procissão faz o contorno na Praça Santuário, segue pelas avenidas Generalíssimo Deodoro, Nazaré e Magalhães Barata até chegar ao Colégio Gentil. Enquanto passa, a imagem de Nossa Senhora de Nazaré é saudada e aclamada pelos paraenses que acompanham a caminhada ou a assistem pelas janelas de suas casas.
A despedida é sempre emocionante. Entre muitas orações e canções, os fiéis prestam suas últimas homenagens à Santinha. Em grande estilo, o Recírio encerra o Círio de Nazaré marcado por muita fé, fogos de artifício e pela espera da Festa no próximo ano.
Cerca de cinquenta mil fiéis acompanharão na manhã desta segunda-feira (29.10.), o encerramento da quadra nazarena, com a última, das 11 procissões do Círio 2012, o Recírio. A programação inciará com uma missa campal, seguida da procissão. Antes, os fiéis presenciarão a subida da Imagem Original de Nossa Senhora de Nazaré, ao Glória (altar), onde fica até a programação do próximo ano.
A Imagem é a mesma encontrada pelo caboclo Plácido, às margens do Rio Murucutu. Fora o período do Círio, a Imagem só desce do Glória quando se comemora o aniversário de elevação da Basílica à Santuário, no mês de maio.
Durante o trajeto do Recírio, a Imagem da Virgem de Nazaré será conduzida por um percurso de 650 metros. É o menor trajeto entre as 11 romarias oficiais. A procissão contornará a Praça Santuário, seguindo pelas avenidas Generalíssimo Deodoro, Nazaré e Magalhães Barata até chegar à Capela do Colégio Gentil Bittencourt. O percurso será cumprido em cerca de 45 minutos e, segundo estimativas do Dieese no Pará (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos) e da Diretoria da Festa de Nazaré, reuniará aproximadamente 50 mil pessoas.
Tradicionalmente, durante a passagem da procissão, a Imagem Peregrina é saudada e aclamada pelos paraenses que acompanham a caminhada ou simplesmente observam e saúdam a Virgem pelas janelas de suas casas. É dessa forma que o Recírio encerra o Círio de Nazaré 2012, marcado por muita fé, corações renovados e pela já ansiosa espera da Festa do próximo ano.
Incineração das Súplicas - Durante a missa que antecede a procissão do Recírio, os Diretores da Festa de Nazaré também se reunirão para recolher todos os pedidos depositados durante os 15 dias da Festividade, no Altar Monumento da Praça Santuário e no Altar da Basílica Santuário. A tradição acontece desde 1994. Neste momento, em oração, numa cerimônia singela, na Praça Santuário, a Diretoria procede a queima desses pedidos: é a Incineração das Súplicas, simbolizando o envio de pedidos e agradecimentos dos fiéis aos céus.
As primeiras queimas eram realizadas na lateral da Basílica em frente à Sala dos Milagres.
A Festa de Nazaré é uma realização da Arquidiocese de Belém, Basílica Santuário de Nazaré, Diretoria da Festa de Nazaré, Governo do Estado do Pará e Prefeitura de Belém. 


4 comentários:

Pedro Luis López Pérez disse...

He estado en Nazaré y me ha encantado sus gentes, su Historia y la maravillosa Plaza.
Un abrazo.

Élys disse...

Um belíssimo evento que pude conhecer mais um pouco através desta sua bonita narrativa.
Tenha uma boa semana.
Um abraço.

Nelma Ladeira disse...

O Prêmio Dardos foi criado pelo escritor espanhol Alberto Zambade.
Cada ganhador do selo deve continuar a fazer premiação (se quiser, é claro) aos blogs que por ele considerar merecedor,seguindo as regras a pedido do criador do selo:
1. Exibir a imagem do selo em seu blog.
2. Linkar o blog pelo qual recebeu a indicação.
3. Escolher outros quinze blogs a quem entregar o prêmio dardos.
4. Avisar os escolhidos.
5.é só copiar o selo no meu blog.

Evandro L. Mezadri disse...

Seus quadros são muito belos, Rosana!
Tem muito talento, parabéns!
Grande abraço e sucesso!