Artista Plástica- Rosana

6 comentários:

Isha Shiri disse...

Olá,

Fico muito feliz que agora segue meu simples Blog sobre a caridade e costumes do meu povo. Seu trabalho é muito lindo, gostei muito.

Desejo a você a Paz e alegria.
Beijos.

Joke van de Klift disse...

Dag, Rosana
Ik zag dat je mijn blog volgde, dat vind ik erg leuk. Scilderen is toch één van de mooiste hobby's die ik mij bedenken kan.
Wat hebt u ook een mooie blogsite.
Ik zal hem zeker blijven volgen, schitterend.
Lieve groet,
Joke

☼El Rincón del Relax☼ *Beatriz* disse...

Muy lindo!! Felicidades por tu trabajo!

Beatriz

Elaine disse...

Muito lindo esse trabalho. Tem um selinho para vc em meu blog passa lá para pegar. Beijo.

Anônimo disse...

Fazes-me voar para longe!...

Teu rosto leva-me a sítios,

que jamais pensei existirem!

Se soubesses o que eu vejo,

no Teu suave sorrir...!

Teus olhos levam-me,

por um imenso Mar de Desejos,

de rebentar de ondas,

que sussurram os Teus Beijos...,

que desenham a praia

e a enchem de suaves contornos de Amor!

...E Teus lábios em forma de flor,

colhi, beijo após beijo,

num vai e vem fiel,...

saboreio essa onda de desejo,

Teu suave e doce beijo,

Teu doce beijo de mel!!

Regresso aos olhos de onde vim,

louco de amores!!... Sinto-me assim!!

Levas-me de novo,

por ali e por aqui...

e quando saio dos Teus olhos,

estou mesmo junto de Ti...!

Anônimo disse...

Eu sou a artista

Eu pintei a minha vida
A força da cor negra, eu a destilei numa delicadíssima nata de noite
Para me dar o merecido descanso noturno
O vermelho que me seguia, esperei, pacientemente.
E os converti em lindos botões de rosas para enfeitar meus passos

O azul que eram as noites vazias, as recheei de as mais lindas estrelas
Num cordão para consolidar os meus passos numa linda serenata de luz
No mar de alegrias o azul esverdeou num oceano de esperança
afeição, palavras doces de muito amor

Acordei para a vida numa camada de luz, clara e nítida
Que me diz: Anda filho meu, sou contigo, e não te desamparo
Luz que ilumina meu coração, e não me abandona
Não me deixa só, abraça-me e me faz próspero

Lagrimas que escorriam o meu rosto, foram enxugadas,
Sou feliz, a dor não poderá me ferir mais,
Ingratidão, desprezo, abandono fugiram de minha presença
Pois eu, sou a artesã, que pinta a minha vida
Pois eu sou a autora, que traduz em luz o poder da criação.

Victor